19h40Outra bela aquisição do Dragão. A italiana Chicca Lualdi, formada na Boccone e premiada como jovem estilista na Itália já esta nas vitrines da Saks de Nova York, na Banner de Milão e na Gente Roma. Seu desfile confirmou estes méritos – foi daqueles que nos fazem esquecer as isenções de opinião e pensar “quero este casaco, preciso desta camisa”. No texto de apresentação, a idéia era de feminilidade sem exibicionismo, de algo entre o geométrico e o delicado, preciosidades e introspecção..Nada mais indefinido, não? Pois a roupa da Lualdi se define nos shapes estreitos, na calças estreitas, nos casacos pretos. Nas golinhas gigi e nos bordados inesperados – na frente de um vestido em rosa-caramelo (digamos, um nude) há um retângulo onde são aplicadas rosáceas. Quer dizer, desmancha a tradição do bordado romântico, tem mais a ver com geometria quebrada por interferências figurativas. Falando em interferência, Chicca tem influência de Toyo Ito, artista plástico (google nele!).

Na linha moderna de uma grife Celine, mas com detalhes artesanais sutis, a descoberta italiana do Dragão reforçou a semana

19h50

Vale ter: os vestidos com retângulo bordado, os casacos pretos, de gola gigi

Só no show: as blusas transparentes com peitilho bordado

Intervalo / custava traduzir o texto da Chicca, que estava em ingles, em tipologia pequena, quase transparente? / as salas do Centro de Convenções estão lotando. No horário da Sis Couture ficou público de fora, sem lugar para entrar / deve ser o efeito Lino, todos querem ver / vem para Fortaleza? Um endereço bom e barato para um almoço rápido é o Brazão, na praia de Iracema, na rua ao lado do hotel Sonata. Um prato de camarão dá para três e custa R$ 39, por aí. Bom demais, comparável aos pratos de camarão de Santa Catarina

IMG_2938

IMG_2949

IMG_2959

IMG_2967

IMG_2977

IMG_2989

IMG_3015

IMG_3022

IMG_3051

IMG_3063

IMG_3079

IMG_3091